Pedir ou não?





23.11.2018



Você já deixou de pedir algo por vergonha ou medo de ser mal interpretado?

Quando você pode pedir algo a alguém?

Quando não Pedir?

Bom,

Nos últimos dias passei por experiências aonde essa questão veio a tona.

Pedir algo, pra mim significa que você não está sob o domínio próprio para a realização de algo, então, se faz então necessário o pedido de ajuda.


Já passei por muitos momentos aonde não pedia por medo de ser mal interpretada ou por vergonha de ser mal vista.


Até que descobri que, às vezes, o que você deseja não depende de você ou não depende daquilo que você tem de melhor.


Pessoas precisam de pessoas.


Sozinho tudo é mais difícil.


Receber ajuda é também ouvir aonde você está errando.

Pedir também é superar.

Não se envergonhe por não poder algo em algum momento.

Mas, se prepare para que tenha suas próprias ferramentas de subsistência e vida mais vezes a menos.


Pedir é sinônimo de que você necessita de algo que não possui.

Pedir também gera aprendizado e responsabilidade.

Pedir algo é necessário às vezes.

Mas, pedir sempre é falta de autoresponsabilidade ou mal costume.

Quem se acostuma a pedir é porque nunca precisou fazer.


Quem faz sempre, de fato só pede quando precisa.

Pedir para ser atendido significa que você fará algo.

Quando receber, mude.


E se não mudar nada em seus resultados, você está apenas acostumado a não ser responsável pelos seus atos.


Pelo menos, é assim que eu vejo.

Você pede muito?


Você pede às vezes?

Ou você pede raramente?

Aonde você se encaixa?

Faz sentido pedir cada vez menos?

O que você Acha?


Até a próxima.

Beijos


C.z



Foto: @walcyrcarrasco.